Madre Maria José de Jesus

Madre Maria José de Jesus é uma das personagens mais importante da história da vida espiritual e religiosa do Brasil entre fins do século XIX e inícios do século XX.

Madre Maria José de Jesus, Honorina de Abreu por batismo, nasceu na então capital do Império, em 1882, e era filha de um dos maiores intelectuais brasileiros da época: Capistrano de Abreu. Formada na interseção entre dois modelos de mundo, o Laico e o Católico, ela desenvolveu-se como jovem prodigiosa, amante da cultura, do saber e da vida burguesa da belle époque carioca, até que, aos 21 anos, uma súbita e arrebatadora conversão transformaria radicalmente sua trajetória. Mergulhada no arrependimento e na inquietação por “voltar ao bom caminho”, Honorina de Abreu reencontraria nos princípios e valores de sua educação católica, recebida no famoso Colégio da Imaculada Conceição, na Praia de Botafogo, os novos fundamentos de sua vida, fazendo com que esta se transformasse numa constante e renhida luta por alcançar a santidade.

Concebendo seus dias de convertida como oportunidade para nutrir o espírito, crescer na virtude e vencer as próprias misérias, Honorina despontou como um exemplo de católica convicta: entrou para a Pia Sociedade das Filhas de Maria; militou em diversas paróquias como catequista e articulista; leu, estudou e traduziu importantes obras de espiritualidade cristã, dentre elas a Imitatio Christi (Imitação de Cristo), de Tomás de Kempis; ao mesmo tempo em que se reaproximou dos Sacramentos, passou a praticar a oração mental e outras normas de piedade, além de procurar orientação e direção espiritual. Aos 29 anos, mesmo tendo que enfrentar a incompreensão do pai e o abandono da família, entrou para o Convento de Santa Teresa, das Carmelitas Descalças, Rio de Janeiro, onde professou em 1912.

Destacando-se como monja piedosa e exemplar, lr. Maria José de Jesus, como passou a se chamar, logo iria desempenhar papel fundamental na história de seu convento. Nomeada mestra de noviças logo depois de professar, lr. Maria José passaria rapidamente de formanda para formadora. Em abril de 1917, contando apenas seis anos de Carmelo, foi eleita priora (superiora) pela unanimidade dos votos da comunidade conventual.

Como priora, Madre Maria José de Jesus não apenas governaria, mas também encabeçaria um processo de reforma que resultou na carmelitização do venerável Convento de Santa Teresa. Atuando corno formadora, Me. Maria José buscaria despertar nas suas filhas e irmãs a consciência do sentido e do fim da vocação carmelitana na vida da Igreja, elevando o nível intelectual e espiritual da comunidade.

Reconhecida, não só em seu Convento, mas em todos os Carmelos do Brasil, Me. Maria José de Jesus receberia ainda em vida o epíteto de Coluna do Carmelo, por sua atuação na expansão e orientação espiritual da Ordem no país. Da mesma forma, entre as autoridades eclesiásticas, a priora do Santa Teresa suscitaria respeito, confiança e admiração, principalmente em Dom Sebastião Leme, que a consideraria como “a maior coadjutora de seus trabalhos apostólicos”.

A par de todas estas atividades de formação e governo, Me. Maria José de Jesus desenvolveu um portentoso trabalho intelectual: escreveu centenas de retiros, meditações e outras obras de cunho espiritual e histórico; compôs inúmeros poemas — apreciados inclusive pelo poeta Manuel Bandeira — além de traduzir para o português as Obras Completas de Santa Teresa de Jesus.

Ao morrer, em março de 1959, Me. Maria José de Jesus deixaria não apenas uma das mais vastas e profundas obras da literatura espiritual brasileira, como também uma difundida fama de santidade; fama que justificou, em 1989, a introdução de sua Causa de Canonização, cujo processo, em sua etapa diocesana, encerrou-se satisfatoriamente em março de 1992.

 

Fonte: Madre Maria José de Jesus no Caminho da Perfeição

 

 me maria jose 001  me maria jose 002

 

me maria jose 003 

 

 

 

 

 

Ler 2202 vezes
Avalie este item
(1 Votar)

Deixe um comentário

Certifique-se de preencher os campos indicados com (*). Não é permitido código HTML.

Contato

Endereço:
Rua Joaquim Nabuco, 1008 - Brooklin - São Paulo-SP
Tel:
(11) 5044-3664
Site:
www.carmelitasmensageiras.org.br
Email:
contato@carmelitasmensageiras.org.br

Pedido de Oração